Como improvisar no Contrabaixo

Deixe seu Comentário

bass-p-b
Olá Adoradores!
Mais uma super dica de Contrabaixo, espero que gostem!
Não esqueçam de comentar, curtir e divulgar o blog nas redes sociais!
Improvisação por centros tonais!!!
1° Parte
Este assunto é muito interessante, ainda mais com a grande quantidade de baixistas e músicos de referência mundialmente.
Neste artigo estarei abordando a improvisação a partir das tonalidades maiores com exemplos que você facilmente poderá praticar em diversas situações.
Conhecimento necessário para realizar improvisos
É essencial para você que deseja praticar e desenvolver seu improviso , que conheça os seguintes assuntos/temas:
  • Modo maior (modos gregos)
  • Arpejos (Tríades e tétrades)
Caso você não conheça os assuntos listados acima sugiro que faça o download do 1° volume do método para baixo de autoria de Anibal Garcia colunista do site ContraBaixoEletrico.
(Baixe clicando aqui: Compendio do baixo elétrico - Necessário conta do Twitter) .
A improvisação é dividida em pontos harmônicos de estudo divididos a partir das seguintes situações:
  • Harmonia Tonal
  • Harmonia modal
  • Harmonia atonal
Em princípio vamos desenvolver a harmonia tonal, com a qual utiliza os centros tonais (campo harmônico da tonalidade da música) para criar os improvisos e é utilizada em boa parte dos temas conhecidos.
A seguir você tem dois exemplos característicos no modo de improvisação por centro tonal assista ao vídeo e acompanhe o improviso também prestando atenção a base harmônica apresentada:
Improviso 1
Tonalidade: Dó maior
Harmonia e groove:
harmonia_1

harmonia 2


Comentário(s):

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é sempre Bem Vindo.
Comente, Opine, Se Expresse! Esse espaço é seu.
Os comentários serão moderados e respondidos.
Se quiser contato via email utilize o Formulário de Contato